6 de mar de 2011


Não sei viver de aparências...

Sou verdadeira

Sem “papas na língua”.

Manobrar a realidade não é fácil.

Restaurar os danos também não.

Solitário coração ferido..

Mergulhado no remorso

É o preço, da minha franqueza.

Tentei mudar, não teve jeito..

Assim vou vivendo, juntando pedaços de mim.

Glória Dantas

Nenhum comentário:

Postar um comentário